Conteúdo do Capítulo

A COLÔNIA DE SÃO LEOPOLDO: A organização social dos imigrantes na fase pioneira (1824-1850) - Tese de Doutorado -

Bibliografia


BIBLIOGRAFIA

ALVIM, Zuleika. América e seus descobridores. Revista USP, n. 2, dezembro 1991, p. 68-73

ALVIN, Maria Roselina Barbosa. Família e Operários de Origem Camponesa: uma leitura da crise do Brasil arcaico. In: LOPES, José Leite (Coord.). Cultura e identidade operária: aspectos da cultura da classe operária. Rio de Janeiro/ UFRJ; São Paulo: Marco Zero, s/d, p. 123-145.

AMADO, Janaína. Conflito Social no Brasil: A Revolta dos Muckers. São Paulo: Símbolo, 1978.

AMSTAD, Teodoro. A imigração alemão no Rio Grande do Sul. Familienfreund, ano 12, 1924. Porto Alegre: Hugo Metzler ed., p. 25-28.

ANTUNES, Fernando. Do município brasileiro. Porto Alegre: Livraria Americana, 1926.

AQUINO, Ivo d’. O município: sua conceituação histórica e jurídica constitucional. Florianópolis, 1940.

ASSIS BRASIL. História da República Rio-Grandense. Porto Alegre: Erus, 1981.

AVÉ-LALLEMANT, Robert. Viagem pela Província do Rio Grande do Sul (1958). Belo Horizonte/São Paulo: Itatiaia/ USP, 1980.

ÁVILA, Fernando Bastos. L’immigration au Brésil: contribuition à une théorie générale de l’immigration. Rio de Janeiro: Livraria Agir editora, 1956.

BAKOS, Margareth Marchiori. O imigrante europeu e o trabalho escravo. In: Anais do IV. Simpósio de História da Imigração e Colonização Alemã no Rio Grande do Sul, 1980. São Leopoldo: Instituto Histórico de São Leopoldo, 1987, p. 399-405.

BALDAUF, João Sigismundo. Algo sobre corais no Rio Grande do Sul. In: Anais do 1. Simpósio de História da Imigração e Colonização Alemã no Rio Grande do Sul. São Leopoldo: Rotermund, s/data, p. 175-182.

BALHANA, Altiva Pilatti. Política imigratória no Brasil, antes e após a proclamação da República. In: WESTPHALEN, Cecília Maria e BALHANA, Altiva Pilatti. Revoluções e Conferências. Curitiba: SBPH-Pr., 1989, p. 119-132.

BANDECCHI, Brasil. Origem do latifúndio no Brasil. São Paulo: Obelisco, 1964.

----. O Município no Brasil e sua função política. São Paulo: Coleção Revista de História, XL, 1977.

----. Origem do latifúndio no Brasil/Problemas da imigração na região sul. Caderno de História, vol. II, São Paulo, ed. Parma, 1979, p. 7-78.

BARBOSA, Eni. O órgão fazendário no Rio Grande do Sul e as finanças leopoldenses. In: Anais do VI. Simpósio de História da Imigração e Colonização Alemãs no Rio Grande do Sul, 1980. São Leopoldo: Instituto Histórico de São Leopoldo, 1987, p. 360-397.

BARBOSA, Fidelis Dalcin. Os fanáticos da jacobina. Porto Alegre: EST, 1976.

BARRINGTON MOORE, Jr. Injustiça: as bases sociais da obediência e da revolta. São Paulo: Brasiliense, 1987.

BASTOS, Manoel F. Fernandes. A Colonização Alemã no Rio Grande do Sul. Revista do Museu Júlio de Castilhos e Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul, n. 8, 1957, Porto Alegre, p. 5-17.

BATALLA, Guilhermo Bonfin. La teoria del controle cultural en el estudio de processos étnicos. Anuário Antropológico/86. Brasília/ Rio de Janeiro: Editora Universidade de Brasília/Editora Tempo Brasileiro, 1988, p. 13-54.

BECKER, Ítala Basile. O Mundo Kaingang e a colonização alemã. Separata dos Anais do 2. Simpósio de História da Imigração Alemã no Rio Grande do Sul, São Leopoldo; reimpressão do Instituto Anchietano de Pesquisa, UNISINOS, s/data, p. 45-71.

BECKER, Klaus. Deutsches Voksblatt. In: Enciclopédia Rio-Grandense, V. 2, Porto Alegre: Livraria Sulina Editora, 1968a, p. 45-46.

----. Alemães e Descendentes - Rio Grande do Sul - na Guerra do Paraguai. Canoas: Editora Hilgert, 1968.

----. Razões da participação dos alemães na Revolução Farroupilha. In: 3. Colóquio de Estudos teuto-brasileiros. Porto Alegre: Ed. UFRGS, 1980, p. 495-501.

----. Os viajantes alemães durante a Revolução Farroupilha. In: Anais do 5. Simpósio de História da Imigração e Colonização Alemãs no RGS, set. 1982, São Leopoldo. São Leopoldo: Instituto Histórico de São Leopoldo/ Museu Histórico Visconde de São Leopoldo, 1989, p.147-169.

BECKER, Rudolf. As igrejas evangélicas. In: Enciclopédia Rio-Grandense, V. 2, Porto Alegre: Ed. Sulina, 1968, p. 47-80.

BECKER, Vítor. Um povoado teuto-brasileiro, desenvolvimento e decadência. In: Estudos Leopoldenses, UNISINOS, n. 4, 1967, p. 45-79.

BENTO, Cláudio Moreira. A imigração e colonização alemã do Rio Grande do Sul nas obras dos viajantes estrangeiros. In: Anais do 1. Simpósio de História da Imigração e Colonização Alemã no Rio Grande do Sul. São Leopoldo: Rotermund, s/data, p. 263-270.

BERLINK, Eudoro. Compêndio de Geografia do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Ed. UFGRS, 1963.

BERNARDES, Nilo. A colonização européia no sul do Brasil. Boletim Geográfico, ano X , janeiro-fevereiro 1952, n. 106, p. 89-102.

----. A Colonização Européia do Sul do Brasil. Boletim Geográfico, ano X, n. 109, julho-agosto de 1959, p. 443-448.

BIERSACK, Aleta. Saber local, história local: Geertz e além. In: HUNT, Lynn (org.). A nova história cultural. São Paulo: Martins Fontes, 1992, p. 97-130.

BLOS, Raul Gilberto. Campo Bom, 1825-1976. Porto Alegre: Gráfica Concórdia S.A., 1977.

BOESCHE, Eduard Theodor. Wechselbilder oder Reisen und Abetheuer in Brasilien. Hamburg: Hoffmann und Co., 1836.

BONI, Luis Alberto. O Catolicismo da Imigração: do Triunfo à Crise. In: DACANAL, José Hildebrando e GONZAGA, Sergius (org.s). RS: Imigração & Colonização. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1980, p. 234-255

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. Identidade & Etnia. São Paulo: Brasiliense, 1986.

BRECHT, Heinrich Georg. Memórias de Heinrich Georg Brecht. In: WEIMER, Günther (org.). Memórias de Imigrantes. Porto Alegre: EST, 1987, p. 35-78.

BREITENBACH, Wilhelm. Die Provinz Rio Grande do Sul, Brasilien und die Deutsche Auswanderung dahin. Heidelberg, Carl Winter’s Universitätbuchhandlung, 1885.

BRUNN, Gerhard. Die Bedeutung von Einwanderung und Kolonisation im Brasilianischen Kaiserreich (1818-1889). Jahrbuch für Geschichte von Staat, Wirtschaft und Gesellschaft Lateinamerikas. Köln/Wien Böhlau Verlag, Band 9, Herausgegeben von Richard Konetzke und Hermann Kellenbenz, p. 287-317.

BUBER, Martin. Sobre Comunidade. São Paulo: Perspectiva, 1987.

BURKE, Peter. A história como teatro: estudos de antropologia histórica. Lisboa: DIFEL, 1992.

CALDRE-FIÃO, José Antônio do Vale. A Divina Pastora. Porto Alegre: RBS, 1992.

CÂMARA, Aristófanes de Lima. A nacionalização do ensino. In: Revista de imigração e colonização. Rio de Janeiro: Conselho de Imigração e Colonização. Ano I, n. 2, 1940, p. 237-253.

CAMPOS, Pedro Moacyr. Imagens do Brasil no Velho Mundo. In: HOLANDA, Sérgio Buarque (org.). História Geral da Civilização Brasileira. Tomo II., vol. 1., São Paulo: DIFEL, 1976, p. 40-63.

CÂNDIDO, Antônio. Os parceiros do Rio Bonito: estudo sobre o caipira paulista e a transformação dos seus meios de vida. Rio de Janeiro: José Olympio Editora, 1964.

CANSTATT, Oscar. Brasil: A Terra e a Gente, 1871. Rio de Janeiro: Irmãos PONGETTI Editores, 1954.

----. Repertório crítico da literatura teuto-brasileira. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro, 1967.

CAPARELLI, Sérgio. Identificação social e controle ideológico na imprensa dos imigrantes alemães. In: Comunicação de Massa sem Massa. São Paulo: Cortez Editora, 1982, p. 87-104.

CARDOSO, Fernando Henrique. Rio Grande do Sul e Santa Catarina. In: HOLANDA, Sérgio Buarque de (org.). História Geral da Civilização Brasileira. Tomo II., vol. 2., Rio de Janeiro: DIFEL, 1978, p. 473-505.

----. Capitalismo e Escravidão no Brasil Meridional: o negro na sociedade escravocrata do Rio Grande do Sul. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977.

CARNEIRO, Fernando. Imigração e colonização. Rio de Janeiro: Universidade do Brasil, publicação avulsa, n. 2, 1950.

----. O Império e a Colonização do sul do Brasil. In: Fundamentos da Cultura Rio-Grandense, 4. série, Porto Alegre: U.R.G.S., 1960, p. 59-96.

----. As Colônias Alemãs do Sul do Brasil em face da política nacional. Revista Província de São Pedro. Porto Alegre: ed. Globo, v. 16-18, dezembro de 1951, p. 12-21.

CARVALHO, Augusto de. Estudo sobre a Colonização e Emigração para o Brazil. Porto: Typographia do Commercio do Porto, 1874.

CARVALHO, Edgar de Assis. Identidade e projeto político: notas para a construção teórica do conceito na antropologia. In: BASSIT, Ana Zahira; CIAMPA, Antônio da Costa e COSTA, Márcia Regina (org.s). Identidade: teoria e pesquisa. São Paulo: EDUC, 1985, p. 15-22.

CARVALHO, José Murilo de. A construção da ordem: a elite política imperial. Rio de Janeiro: Ed. Campus, 1980.

----. A modernização frustada: a política de terras no Império. Revista Brasileira de História, São Paulo, n. 1, março 1981, p. 39-57.

----. Teatro de sombras: a política imperial. São Paulo/Rio de Janeiro: Vértice/Instituto Universitário de Pesquisa do Rio de Janeiro, 1988.

----. Desenvolvimento de la ciudadania en Brasil. México: Fundo de Cultura Economica, 1995.

CASTRO, Hebe Maria Mattos de. Ao sul da história: lavradores pobres na crise do trabalho escravo. São Paulo: Brasiliense, 1986.

CASTRO, Paulo Pereira de. Política e Administração de 1840 a 1848. In: HOLANDA, Sérgio Buarque de (org.). História Geral da Civilização Brasileira. T. II, V. 2, São Paulo: Difel, 1978, p. 509-540.

----. A "Experiência Republicana", 1831-1840. In: HOLANDA, Sérgio Buarque de (org.). História Geral da Civilização Brasileira. T. II, V. 2, São Paulo: Difel, 1978, p. 509-540.

CÉSAR, Guilhermino. Raízes históricas. In: KREMER, Alda Cardoso et. al. Rio Grande do Sul: terra e povo. Porto Alegre: Globo, 1969, p. 29-41.

----. Açorianos e Alemães. Boletim do Gabinete Português de Leitura, Porto Alegre, n. 23, 1974, p. 23-36.

----. Ocupação e Diferenciação do Espaço. In: DACANAL, José Hildebrando e GONÇAGA, Sergius (org.s). RS: Economia e Política. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1979a, p. 7-29.

----. Os Gaúchos e a política Imigratória do Império. In: CÉSAR, Guilhermino et. al. Imigração Italiana: Estudos. Porto Alegre/Caxias do Sul: EST/Universidade de Caxias do Sul, 1979b, p. 161-176.

----. Cultura alemã no espaço gaúcho. In: III. Colóquio de Estudos Teuto-brasileiros. Porto Alegre: Ed. UFRGS, 1980, p. 237-252.

CHAVES, Antônio José Gonçalves. Memórias ecônomo-políticas sobre a administração pública do Brasil. Porto Alegre: Erus, 1978.

CONSTANTINO, Núncia Santoro. O Italiano da esquina: imigrantes na sociedade porto-alegrense. Porto Alegre: EST, 1991.

COSTA, Canrobert P. da. (org.) Ofícios do Barão de Caxias, 1842-1845, como presidente da província do Rio Grande do Sul. S/local: Imprensa Militar, 1950.

COSTA, Emilia Viotti da. Da monarquia à República: momentos decisivos. São Paulo: Livraria Editora Ciências Humanas Ltda., 1979.

CULMANN, P. Helmuth. História da Igreja e da Escola de Campo Bom (1930). In: SPERB, Ângela (org.). Sal da terra : 160 anos da escola e comunidade evangélica de Campo bom. Canoas: La Salle Editora e Gráfica, 1992, p. 233-270.

CUNHA, Jorge Luís. Os colonos alemães de Santa Cruz e a fumicultura. Dissertação de mestrado em História, U.F.Pr., 1988, mimeogr..

----. Rio Grande do Sul und die Deutsche Kolonisation. Santa Cruz do Sul: UNISC, 1995.

CUNHA, Manoela Carneiro da. Antropologia do Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1987.

DACANAL, José Hildebrand. A Imigração e a História do Rio Grande do Sul. In: CÉSAR, Guilhermino et. al. Imigração Italiana: Estudos. Porto Alegre/Caxias do Sul: EST/Universidade de Caxias do Sul, 1979, p. 177-183.

----. A Imigração e a História do Rio Grande do Sul. In: DACANAL, José H. e GONZAGA, Sérgius (org.s). RS: Imigração e Colonização. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1980, p. 271-279.

----. (org.) Revolução farroupilha: história & interpretação. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1985.

DAMASCENO, Athos. A margem do processo de aculturação dos alemães no Rio Grande do Sul. Revista Província de São Pedro. Porto Alegre: Ed. Globo, n. 18, 1853, p. 9-17.

DAVATZ, Thomas. Memórias de um colono no Brasil. tradução, prefácio e notas de Sérgio Buarque de Holanda, São Paulo: ed. Livraria Martins, 1941.

DEAN, Suzane. Massas, comunidade e ritual na obra de E.P. Thompson e Natalie David. In: HUNT, Lynn (org). A Nova História Cultural, São Paulo: Martins Fontes, 1992, p. 63-96.

DELHAES-GUENTHER, Dietrich. Die Europäische Kolonisation in Rio Grande do Sul, 1824-1914. Erfolgsgründe und Grenzen. Staden-Jahrbuch, São Paulo: Instituto Hans Staden, Band 21/22, 1973/1974, p. 35-50.

----. La Influencia de la imigración en el desarrolllo y composición étnica de la poplación de Rio Grande do Sul. Jahrbuch für Geschichte von Staat, Wirtschaft und Gesellschaft Lateinamerikas. Köln/Wien: Bohlau Verlag, Band 13, 1976, p. 421-432.

----. Colonização Européia no Rio Grande do Sul durante o Século XIX (causas do êxito e limitações). In: III. Colóquio de Estudos Teuto-Brasileiros. Porto Alegre: ed. da UFRGS, 1980, p. 131-142.

DÉNIS, Pierre. A Colonização do Rio Grande do Sul. Boletim Geográfico, ano IX, junho de 1951, n. 99, p. 235-242.

DEPPE, Gessy (coord.). Contribuição para a história de Nova Petrópolis: depoimento. Caxias do Sul : EDUCS, 1988.

DESAULNIERS, Julieta Beatriz Ramos. Trabalho e socialização na colônia de São Leopoldo ( 1824-1846). Dissertação de Mestrado em Sociologia, PUC-RS, 1984, mimeogr.

DIAS, Maria Odila Leite da Silva. Quotidiano e poder em São Paulo do Século XIX. São Paulo: Brasiliense, 1984.

Die Deutschen Kolonien der Provinz Rio Grande do Sul (Süd-Brasilien). In: Süd-Brasilien herausgegeben von Centralverein für Handelsgeographie und Förderung deutscher Interessen im Auslande. Berlin, 1881.

DIEGUES Jr, Manuel. População e propriedade da terra no Brasil. S/local: União Pan-americana/ OEA, 1959.

DIENSTBACH, Carlos. Diário de uma viajante à América (1. edição Frankfurt a.M., 1878). In: Anais do 5. Simpósio de História da Imigração e Colonização Alemãs no Rio Grande do Sul. São Leopoldo: Instituto Histórico de S. Leopoldo, 1987, p. 301-359.

DOBB, Maurice. A evolução do capitalismo. Rio de Janeiro: Zahar Ed., 1977.

DOCCA, Souza. Ephemerides. Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, n. III e IV, 1924, p. 134-138.

----. História do Rio Grande do Sul. Rio de Janeiro: Ed. Organizações Simões, 1954.

DOMINGUES, Moacyr. A nova face dos Mucker. São Leopoldo: Rotermund, 1977.

DUARTE, Eduardo. Tributo de Sangue: Batalha do Rosário - Guerra ao Paraguai. In: Anais do Primeiro Congresso de História e Geografia de São Leopoldo, 1846-1947. Porto Alegre: Livraria do Globo, 1947, p. 271-279.

DURHAM, Eunice Ribeiro. Assimilação e mobilidade: a história do imigrante italiano num município paulista. São Paulo: I.E.B./U.S.P., 1966.

DREHER, Martin. Igreja e Germanidade. São Leopoldo: Sinodal, 1984.

----. Apontamentos para a história da Comunidade Evangélica de Campo Bom. In: SPERB, Ângela (org.). Sal da terra, 160 anos da Comunidade e Escola Evangélicas de Campo Bom. Canoas: La Salle Gráfica Editora, 1992, p. 13-30.

----. O Estado Novo e a Igreja Evangélica Luterana. In: MÜLLER, Telmo Lauro (org.). Nacionalização e Imigração alemã. Anais do X. Simpósio de História da Imigração e Colonização Alemã, São Leopoldo, setembro de 1992. São Leopoldo: Unisinos, 1994, p. 87-110.

DREYS, Nicolau. Notícia descritiva da província do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: IEL, 1961.

ELHERS, Johann. As duas primeiras décadas da imigração alemã no Rio Grande do Sul: uma contribuição à história econômica da Colônia de São Leopoldo. Kalender der Serra Post. Ijuí: Loew e filhos limitada, 1931, p. 56-60.

EL-MURR, Victória e EL-MURR, Jourbran (primeira parte) e PORTAL, M. da Glória Alves (seg. parte). Alguns aspectos da colonização alemã em Domingos Martins - 1847/1889. In: III Colóquio de Estudos Teuto-brasileiros. Porto Alegre: Ed. UFRGS, 1980, p. 305-350.

ELY, Nilza Huyer e BARROSO, Vera Lúcia Maciel (org.). Imigração alemão - 170 anos - Vale do Três Forquilhas. Porto Alegre: EST, 1996.

ENZENSBERGER, Hans Magnus. O vagão Humano. In: UPDIKE, John et. al., Veja 25 anos: Reflexões Para o Futuro. São Paulo: Abril Cultural, 1993, p. 90-107.

FACHEL, José Fraga. Etnias e mentalidade religiosa na arquidiocese de Porto Alegre. In: III Colóquio de Estudos Teuto-brasileiros. Porto Alegre: Ed. UFRGS, 1980, p.351-359.

FALCON, Francisco José Calazans. A época pombalina (Política econômica e monarquia ilustrada). São Paulo: Ática, 1982.

FAORO, Raymundo. Rio Grande do Sul: linha gerais de sua formação política. Revista Brasileira de Cultura. n. 3, ano II, janeiro-fevereiro 1970, p. 87-109.

FAUSEL, Erich. Die Deutschbrasilianische Sprachmischung: Probleme, Vorgang und Wortbestand. Berlim, 1953.

----. Literatura rio-grandense em língua alemã. In: Enciclopédia Rio-Grandense, V. 2, Porto Alegre: Livraria Sulina Editora, 1968, p. 221-262.

----. Alberto Bins, o merlense brasileiro. São Leopoldo: Rotermund, s/d.

FAUSTO, Boris. Historiografia da imigração para São Paulo. São Paulo: Ed. Sumaré, 1991.

FELIX, Loiva Otero. Coronelismo, borgismo e cooptação política. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1987.

----. Religião e política: os teuto-brasileiros e o PRR. In: MAUCH, Claudia e VASCONCELOS, Naira (org.s). Os alemães no Sul do Brasil. Canoas: ed. ULBRA, 1994, p. 77-85.

FENSTERSEIFER, Ellen. Aspectos Gerais da Colônia Alemã de Três Forquilhas-RS. trabalho de conclusão do curso de Estudos Sociais, UNISINOS, 1973, mimeogr.

FERLINI, Vera Lúcia Amaral e FILLIPINI, Elizabeth. Os núcleos coloniais em perspectiva historiográfica. Revista Brasileira de História. São Paulo, V. 13, n. 25-26, setembro 1992/agosto 1993, p. 121-132.

FISCHER, Joachim. Comunidades, Sínodo, Igreja Nacional: o povo evangélico de 1824 a 1986. In: Simpósio de História da Igreja. São Leopoldo: Rotermund/Sinodal, 1986, p. 11-22.

FLORES, Hilda Agnes Hübner e FLORES, Moacyr. Picada Café. Porto Alegre: Nova Dimensão, 1996.

FLORES, Hilda Hübner. Canção dos Imigrantes. Porto Alegre/Caxias do Sul: EST/EDUCS. 1983.

----. Sociedade: Preconceitos e Conquistas. Porto Alegre: Nova Dimensão, 1989.

FOUQUET, Karl. Brasilien und Deutschland _ Einige Bemerkungen im Hinblick auf das Hans-Staden-Institut. Staden-Jahrbuch. São Paulo: Instituto Hans Staden, 1963/1964, Band 11-12, p. 143-154.

----. O imigrante alemão e seus descendentes no Brasil, 1808-1824-1974. São Paulo: Instituto Hans Staden, 1974.

FRAGOSO, João Luiz Ribeiro. A roça e as propostas de modernização na agricultura fluminense do século XIX. Revista Brasileira de História, São Paulo, n. 12, vol. 6, março-agosto 1986, p. 125-150.

FRANCO, Sérgio da Costa. A campanha. In: KREMER, Alda Cardoso et al., Rio Grande do Sul: terra e gente. Porto Alegre: Globo, 1969, p. 65-74.

----. São Leopoldo como distrito de Porto Alegre. In: Anais do 6. Simpósio de História da Imigração e Colonização Alemã no Rio Grande do Sul. São Leopoldo: Instituto Histórico de São Leopoldo, 1995, p. 21-30.

FRANCO, Maria Sylvia de Carvalho. Homens livres na ordem escravocrata. São Paulo: Kairós, 1983.

FRANZEN, Mathias. Die ältesten noch erhaltenen Brief. Familienfreund. Porto Alegre: Hugo Metzler Ed., 1922, p. 118-122.

FREITAS, Luís G. Gomes de. Estâncias Antigas - Veículos de Carga - Cânhamo e Linho. Revista do Museu de Júlio de Castilhos e Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul, n. 4, ano III, 1954, Porto Alegre, p. 41-86.

FREYRE, Gilberto. Nós e a Europa Germânica: em torno de alguns aspectos das relações do Brasil e a cultura germânica no decorrer do século XIX. Rio de Janeiro: Grifo editora/ Instituto Nacional do Livro, 1971.

FUNKE, Alfred, et al. O Brasil e a Alemanha, 1822-1922. Berlim: Editora Internacional, editor Alfredo Funke, 1923.

GANS, Magda Roswita. Os dias de momo na Porto Alegre de 1885: reflexões sobre a identidade teuto-brasileira no século XIX. In: BARRETO, Álvaro e GANS, Magda R. Dois Ensaios sobre o Carnaval e a sociedade no Rio Grande do Sul. Cadernos de Estudos do curso de pós-graduação em História. Porto Alegre: UFRGS, n. 9, dezembro 1994, p. 17-40.

----. Presença teuta em Porto Alegre no século XIX ( 1850-1889). Dissertação de mestrado em História, UFRGS, 1996, mimeogr.

GANSWEIDT, Matias José. Os fundadores de Baumschneis. Familienfreund. Porto Alegre: Hugo Metzler, 1924, p. 75-81.

----. As Vítimas do Bugre. Porto Alegre: Livraria Selbach, 1946.

GERTZ, René E. O integralismo na zona colonial alemão. In: DACANAL, José H. e GONZAGA, Sérgius (org.s). RS: Imigração e Colonização. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1980, p. 195-233.

----.Microistória da imigração e da colonização alemão no Rio Grande do Sul. In: Veritas, PUC/RS, Porto Alegre, V. 32., n. 128, dezembro de 1987, p. 543-551.

----. Algumas considerações em torno de "O Partido Republicano Rio-Grandense e os alemães no Rio Grande do Sul" de Helga Iracema Landgraff Piccolo. In: Anais do 5. Simpósio de História da Imigração e Colonização Alemãs no Rio Grande do Sul. São Leopoldo: Instituto Histórico de São Leopoldo, 1989, p. 39-42.

----. O Perigo alemão. Porto Alegre: Ed. Universidade/UFRGS, 1991.

----. Antecedentes da Revolução Federalista nas regiões de colonização alemã do Rio Grande do Sul. In: Anais da XII. Reunião de SBPH. Curitiba: SBPH, 1993, p. 193-196.

----. A Construção de uma nova cidadania. In: MAUCH, Claudia e VASCONCELOS, Naira (org.s). Os Alemães no Sul do Brasil. Canoas: ed. ULBRA, 1994, p. 29-40.

GUNZBURG, Carlo. A micro-história e outros ensaios. Lisboa: DIFEL, 1989.

GUTIERRES, Juan Maria. Apountes sobre la Colonia de San Leopoldo. Montevidéu, 1846.

GRZYBOWSKI, Cândido. Formation de la structure agraire au Rio Grande do Sul. Tese de doutorado, Université de Paris I, 1979, mimeogr.

HANDELMANN, Henrique. História do Brasil. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1931.

HARDT, Lúcia Schneider. O Sínodo Rio-Grandense no contexto do Estado Novo. Trabalho de conclusão do curso de História, UNISINOS, 1982, mimeogr.

----. Germanidade e Cidadania: a escola na trajetória da comunidade. In: SPERB, Ângela (org.). Sal da Terra: 160 anos da Comunidade e da Escola Evangélica de Campo Bom. Canoas: La Salle Gráfica Editora, 1992, p. 47-93.

HILL, Christopher. Os pobres e o povo na Inglaterra do século XVII. In: KRANTZ, Frederick (org.). A outra história: ideologia e protesto popular nos séculos XVII a XIX. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1990, p. 34-53.

HOBSBAWN, Eric. A outra história - algumas reflexões. In: KRANTZ, Frederick (org.). A outra história: ideologia e protesto popular nos séculos XVII a XIX. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1990, p. 18-33.

HOFFMANN, Hans. Para o Brasil e de Volta a Pátria. Tradução de Telmo Lauro Müller, do cap. 10 do livro homônimo de 1878. In: Anais do 1. Simpósio de história da imigração e colonização alemã no Rio Grande do Sul. São Leopoldo: Rotermund, s/data, p. 229-242.

HOFFMANN. Retrospectiva sobre a colônia alemã de São Leopoldo ("Rückblick auf die deutsche Kolonie São Leopoldo."). Koseritz Deutscher Volkskalender für Brasillien. Porto Alegre: Krahe & Cia, 1934, p. 99-106.

HÖRMEYER, Joseph. O Rio Grande do Sul de 1850: Descrição da província do Rio Grande do Sul no Brasil meridional. S/local, D.C.Luzzato Ed.: EDUNI-SUL, 1986.

Hundert Jahre Deutschtum in Rio Grande do Sul - 1824/1924. Porto Alegre: Tipografia do Centro, 1924.

HUNSCHE, Carlos Henrique. Novos Traços da Imagem do Dr. João Daniel Hillebrand no centenário da sua morte (1980). In: Anais do Instituto Histórico de São Leopoldo, V. II - 1979/1981, 1981/1983. São Leopoldo: Gráfica UNISINOS, s/d, p. 59-79.

----. Dez novas fontes, desconhecidas e inéditas sobre o episódio e o epílogo dos Mucker no Rio Grande do Sul. In: Anais do 1. Simpósio de história da imigração e colonização alemã no Rio Grande do Sul. São Leopoldo: Rotermund, s/data, p. 247-262.

----. Imigração alemã. In: HUNSCHE, Carlos Henrique et al. História da imigração no Brasil - As famílias. São Paulo: Editora Nacional, sem data, p.21-65.

----. Früheste Berichte über Schicksale Deutscher Auswanderer nach Brasilien. Kalender für die Deutschen in Brasilien, São Leopoldo: Rotermund, 1937, p. 37-43.

----. O Biênio 1824/1825 da Imigração e Colonização alemã no Rio Grande do Sul (Província de São Pedro). Porto Alegre: A Nação, 1975.

----. O ano de 1826 da imigração e colonização alemã no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Metrópole, 1977.

----. Primórdios da vida judicial de São Leopoldo. Porto Alegre: EST, 1979.

----. Pastor Heinrich Wilhelm Hunsche e os começos da Igreja Evangélica no Sul do Brasil. São Leopoldo: Ed. Rotermund, 1981.

----. O protestantismo no sul do Brasil. São Leopoldo: Sinodal, 1983.

----. O primeiro livro eclesiástico de Dois Irmãos (1827-1850): um suplemento ao Sesquicentenário. In: Anais do IV. Simpósio de História da Imigração e Colonização alemã no Rio Grande do Sul, 1980. São Leopoldo: Instituto Histórico de São Leopoldo/ Instituto Histórico de São Leopoldo, 1987, p. 477-484.

----. O Pastor Klingelhöfer. In: Anais do 6 Simpósio da História da Imigração e Colonização Alemãs no Rio Grande do Sul. São Leopoldo: Instituto Histórico de São Leopoldo, 1994, p. 137-144.

ISABELLE, Arsène. Viagem ao Rio Grande do Sul, 1833 a 1834. Porto Alegre: Martins Livreiro, 1982.

JAEGAR, P. e Luís G., S.J. Discurso de Abertura do Congresso de História e Geografia de São Leopoldo. In: Anais do Primeiro Congresso de História e Geografia de São Leopoldo. Porto Alegre: Livraria do Globo, 1947, p. 26-34.

JUNGBLUT, Airton Luiz. O protestantismo luterano dos teuto-brasileiros: algumas considerações necessárias para uma abordagem antropológica. In: MAUCH, Claudia e VASCONCELOS, Naira (org.s). Os Alemães no Sul do Brasil. Canoas: ed. ULBRA, 1994, p. 139-147.

KELLENBENZ, Hermann. Mercadores alemães no Brasil meridional na primeira metade do século XIX. In: III Colóquio de Estudos Teuto-Brasileiros. Porto Alegre: Ed. UFGRS, 1980, p. 25-37.

KLEINGUENTHER, Wilhelm. Ein Pfarrer berichtet 1866 aus Porto Alegre. Staden-Jahrbuch, São Paulo: Instituto Hans Staden, Band 17 - 1969, p. 63-72.

KLIEMANN, Luiza H. Schmitz. Política rural no Rio Grande do Sul: levantamento bibliográfico. Revista de História (nova série). São Paulo: USP, julho-dezembro 1983, p. 175-184.

----. Terra e Poder: História da Questão Agrária. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1986.

KOHLHEPP, Gerd. Contribuição da população teuto-brasileira ao processo de Colonização e ao desenvolvimento econômico do Brasil Meridional. In: III Colóquio de Estudos Teuto-Brasileiros. Porto Alegre: Ed. UFRGS, 1980, p. 63-78.

KOTHE, Mercedes Gassen. Organizações ligadas à emigração alemã para o Brasil. Textos de História, Revista do Pós-graduação em História da Unb., V.1, n. 2, Brasília, novembro de 1993, p. 73-109.

KREUTZ, Lúcio. Escolas da imigração alemã no Rio Grande do Sul: perspectiva histórica. In: MAUCH, Claudia e VASCONCELOS, Naira (org.s). Os alemães no Sul do Brasil. Canoas: Ed. ULBRA, 1994a, p. 149-161.

----. Nacionalização e Imigração Alemã. In: MÜLLER, Telmo Lauro (org.). Nacionalização e Imigração alemã. X. Simpósio de História da Imigração e Colonização Alemãs - São Leopoldo, setembro de 1992. São Leopoldo: UNISINOS, 1994b, p. 13-26.

kurze Geschichte der Deutschen Einwanderung in Rio Grande do Sul. (elaboração: Comissão pró-25 de julho). São Leopoldo: Rotermund, 1935.

LANDO, Aldair Marli e BARROS, Eliane Cruxen. A Colonização alemã no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: ed. Movimento/IEL, 1976.

----. Capitalismo e colonização - os alemães no Rio Grande do Sul. In: DACANAL, José H. e GONZAGA, Sérgius (org.s). RS: Imigração e Colonização. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1980, p. 9-46.

LARAIA, Roque de Barros. Identidade e etnia. Anuário Antropológico/ 86. Brasília: Editora UNB/Tempo Brasileiro, 1988, p. 207-212.

LASSARI, Beatriz. Imigração e ideologia: reação do Parlamento Brasileiro à política de colonização e imigração (1850-1875). Porto Alegre: EST, 1980.

LASSBERG, Max, S.J. A Colonização segundo o ponto de vista dos interesses do país e da religião. Jahrbuch des Reichsverbandes für die Katholischen Auslandsdeutschen, 1929/30, Herausgegeben vom Vorstand des Reichverbendes 1931, Münster in Westfalen, p. 35-38.

LAUFFER, Armindo. Nobres germânicos e sua contribuição para o progresso do Brasil. In: Anais do 1. Simpósio de História da Imigração e Colonização Alemã no Rio Grande do Sul, São Leopoldo, 12 a 15 de setembro de 1974. São Leopoldo: Comissão executiva dos festejos do Sesquicentenário de Imigração Alemã/ Gráfica Rotermund, s/d, p. 55-84.

LAXE, João Batista C. Câmaras municipais. São Paulo: Brasil Bandecchi e ed. Obelisco, 1963.

LAYTANO, Dante de. Açorianos e alemães. In: Anais do Primeiro Congresso de História e Geografia de São Leopoldo - 1846-1946. Porto Alegre: Livraria do Globo, 1947, p. 373-454.

LEAL, Victor Nunes. Coronelismo, enxada e voto: o município e o regime representativo no Brasil. São Paulo: Alfa Omega, 1975.

LEVI, Giovane. Sobre a micro-história. In: BURKE, Peter (org.) A escrita da história: novas perspectivas. São Paulo: UNESP, 1993, p. 133-161.

LEITMAN, Spencer. Raízes sócio-econômicas da guerra dos farrapos. Rio de Janeiro: ed. Graal, 1979.


Voltar